48 3413-5900

Produtos | Ana Terra Café

Produtos Ana Terra

CONHEÇA NOSSOS CAFÉ

VOLTAR

Café Topázio

A cultivar Topázio selecionada e lançada em Minas Gerais possui porte baixo, como o das cultivares Catuaí, com altura por volta de 2,0 metros e diâmetro médio de copa de 1,8 m, aos sete anos. Tem excelente produtividade e elevado vigor vegetativo, não exibindo depauperamento precoce depois de elevadas produções. O número de ramificações secundárias é abundante.

[+] ORÇAR FINALIZAR PEDIDO

Origem

A cultivar Topázio é oriunda do cruzamento entre as cultivares Catuaí Amarelo e Mundo Novo, realizado por técnicos do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), na década de 1960. Posteriormente, com a introdução desse material em Minas Gerais, pelo Sistema Estadual de Pesquisa Agropecuária (EPAMIG-UFLA-UFV), a seleção foi intensificada, culminando com a liberação da cultivar Topazio MG-1190 para plantio comercial.

Características

A cultivar Topázio selecionada e lançada em Minas Gerais possui porte baixo, como o das cultivares Catuaí, com altura por volta de 2,0 metros e diâmetro médio de copa de 1,8 m, aos sete anos. Tem excelente produtividade e elevado vigor vegetativo, não exibindo depauperamento precoce depois de elevadas produções. O número de ramificações secundárias é abundante. A angulação dos ramos produtivos é pouco mais aberta que a das cultivares Catuaí, o que permite maior aeração e insolação no interior da planta. A maturação de frutos é intermediária às cultivares Catuaí e Mundo Novo em época e uniformidade. Os frutos são de coloração amarela e as folhas, quando novas, são, predominantemente, de cor bronze-escuro (Figura 23), marcador genético que as difere das cultivares Catuaí que apresentam brotos verdes.

Recomendações de plantio

É indicada para as principais regiões cafeeiras de Minas Gerais, já que vem apresentando boa adaptabilidade e estabilidade de produção nos diferentes ambientes, inclusive na cafeicultura irrigada, onde tem-se mostrado bastante produtiva e com menor bienalidade de produção. Seu cultivo tem sido indicado tanto para o sistema adensado quanto para o convencional, desde que respeitado o espaçamento entre plantas de 0,70 a 0,80 m, visando explorar a maturação mais uniforme dos frutos. Analogamente ao que foi comentado para a cultivar Rubi, nas regiões com altitude acima de 1.200 m, deve-se utilizar espaçamento entre plantas de 0,80 cm, uma vez que, em espaçamentos menores, a maturação dos frutos tem se mostrado desuniforme e tardia. 

PESO 0.990 kg